slots 1 and 3 or 2 and 4

Tretinoína: o que é, para que serve (e como usar)

Atualizado em dezembro 2023

A tretinoína é uma forma sintética da vitamina A, que serve para reduzir manchas, suavizar rugas e tratar a acne. Isso acontece porque a tretinoína possui propriedades capazes de estimular a síntese de colágeno, aumentar a circulação local e acelerar a renovação celular, melhorando a firmeza e a cicatrização da pele, além de diminuir a oleosidade.

Esse remédio, também conhecido como ácido retinoico pode ser encontrado em farmácias na forma de creme ou gel, com os nomes Vitacid ou Vitanol A, indicada para o tratamento de acne grave, vendida mediate apresentação de receita médica. Além disso, o ácido retinoico pode ser utilizado para realizar peeling químico em concentrações entre 1 e 5% para promover a esfoliação da pele e favorecer a renovação das células da pele.

A tretinoína também pode ser encontrada em forma de cápsulas em hospitais ou clínicas oncológicas, com o nome comercial Vesanoid, indicada somente para o tratamento da leucemia promielocítica aguda, que é um tipo de câncer no sangue.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

A tretinoína para uso tópico é indicada para o tratamento de:

  • Acne vulgar leve a moderada;
  • Manchas escuras;
  • Linhas ou rugas de expressão;
  • Envelhecimento da pele causado pelo sol;
  • Melhorar a aparência das rugas;
  • Pele áspera;
  • Cravos na pele
  • Espinhas.

O ácido retinoico pode ser usado sozinho ou em associação com outras substâncias que podem potencializar o seu efeito, como hidroquinona ou fluocinolona acetonida, por exemplo.

Já na forma de cápsulas a tretinoína é indicada somente como quimioterapia, para o tratamento da leucemia promielocítica aguda, que é um tipo de câncer no sangue, já que em doses elevadas pode ter a capacidade de causar a morte das células.

Como usar

Os efeitos do ácido retinoico, ou tretinoína sobre a pele podem ser adquiridos das seguintes formas:

1. Tretinoína gel ou creme

É a principal forma de se usar o ácido retinoico é na sua apresentação em creme ou gel em concentrações de 0,25 mg/g, 0,5 mg/g e 1 mg/g, para ser aplicado sobre a pele 1 vez ao dia, ou conforme a orientação do dermatologista.

É recomendado que o tratamento seja iniciado com um creme de concentração mais baixa e que seja aplicado 1 vez ao dia. Assim, de acordo com a resposta ao tratamento, o médico pode aumentar a concentração do creme ou do gel e/ou o número de aplicações.

Para a correta aplicação do ácido retinoico de uso tópico, deve-se evitar a lavagem frequente do rosto, lavando-o apenas 2 vezes ao dia com um sabão neutro e secar levemente com uma toalha macia. Esse creme não deve ser aplicado até 30 minutos após o lavagem do rosto. Em seguida, deve-se espalhar uma quantidade de creme suficiente para tratar a área a ser tratada, de acordo com a recomendação do médico.

É importante evitar o contato com os olhos, pálpebras, cantos no nariz e da boca, mucosas e outras áreas do corpo que este tratamento não é indicado. É também recomendado usar protetor solar e produtos hidratantes.

2. Tretinoína para peeling químico

O ácido retinoico pode ser usado em tratamentos com peeling químico, em clínicas de estética ou com o dermatologista, pois é um tratamento que leva a esfoliação da camada mais superficial da pele, permitindo o crescimento surgimento de uma pele nova mais macia, lisa e uniforme.

O peeling químico é um tratamento mais profundo que leva a resultados mais rápidos e visíveis que os cremes. Entenda como é feito e quais os benefícios do peeling químico.

3. Tretinoína cápsulas gelatinosas 

As cápsulas gelatinosas de tretinoína podem ser encontradas na concentrações de 10 mg, devendo ser usadas nas doses recomendadas pelo oncologista, por adultos ou crianças, calculada de acordo com o peso corporal e altura, de forma individualizada.

As cápsulas não devem ser partidas ou mastigadas, mas sim ingeridas com um copo de água, durante ou logo após uma refeição, pra melhorar a absorção da tretinoína.

Possíveis efeitos colaterais

A tretinoína pode apresentar algumas desvantagens e efeitos não desejados, sendo os principais:

  • Vermelhidão no local da aplicação;
  • Esfoliação da pele, conhecida popularmente como "despelar" ou "esfarelar";
  • Sensação de ardência ou picadas no local da aplicação;
  • Ressecamento da pele;
  • Surgimento de pequenos caroços ou manchas na pele;
  • Inchaço no local da aplicação.

Na presença de sintomas intensos, é orientado a descontinuação do uso e consultar-se com o dermatologista, para avaliar a necessidade de mudança da dose ou do produto utilizado. Além disso, os efeitos colaterais podem surgir com mais facilidade quando se usa concentrações mais altas do medicamento, como o creme de 0,1%.

No caso da tretinoína em cápsulas, podem ser notadas também algumas alterações na pele, como inflamação localizada na boca, dermatite, ressecamento da pele, exfoliação localizada, coceira, erupção ou maior fragilidade da pele, além de dor nas articulações, dor muscular, dor nas costas, dor de cabeça e níveis aumentados de colesterol e glicose no sangue, e proteínas na urina.

Quem não deve usar

A tretinoína na forma de creme ou gel não deve ser usado por crianças ou adolescentes com menos de 12 anos. 

O creme ou gel de tretinoína também não deve ser usado em mucosas, como olhos, boca, dentro das narinas, ou nos órgão genitais, pois pode causar alergia e irritação na pele. Além disso, não deve ser usado na pele com machucados, lesões ou queimaduras, ou no caso de se ter feito tratamentos cosméticos recentemente, como uso de produtos químicos no cabelo, dermoabrasão da pele, depilação, peeling ou laser na pele.

A tretinoína, seja na forma de creme, gel ou cápsulas, não deve ser usada durante a gravidez ou no caso de suspeita de gravidez, pois pode causar defeitos graves no bebê. Além disso, também não deve ser usada durante a amamentação ou por pessoas que tenham alergia à tretinoína, ou a qualquer outro componentes presentes na fórmula..

slots 1 and 3 or 2 and 4 Mapa do site