live bet

Pregabalina: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Atualizado em dezembro 2023

Pregabalina é um remédio indicado para o tratamento da epilepsia, neuropatia diabética, fibromialgia ou transtorno de ansiedade generalizada, pois atua no sistema nervoso, regulando as atividades das células nervosas.

Este remédio pode ser encontrado em farmácias ou drogarias na forma de cápsulas ou comprimidos contendo 25 mg, 35 mg, 50 mg, 75 mg, 100 mg ou 150 mg de pregabalina, ou solução oral de 25 mg/mL, com os nomes comerciais Lyrica, Prebictal, Insit, Dorene ou Prefiss, por exemplo.

A pregabalina deve ser usada com indicação do neurologista ou clínico geral, sendo vendida somente com prescrição médica e retenção de uma via da receita pela farmácia.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

A pregabalina é indicada para o tratamento de:

  • Neuropatia diabética;
  • Neuralgia pós-herpética;
  • Epilepsia;
  • Transtorno de ansiedade generalizada; 
  • Fibromialgia.

O uso da pregabalina deve ser feito com indicação e acompanhamento do neurologista que também pode indicar outros remédios para o tratamento dessas condições de saúde.

Receba um tratamento mais completo!

Obtenha orientação especializada sobre o que tomar para se recuperar mais rápido.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Como tomar

A pregabalina deve ser tomada por via oral com um copo de água, antes ou após a alimentação, na dose, horário e pelo período de tempo estabelecido pelo médico. 

A posologia da pregabalina para adultos varia de acordo com a indicação e inclui:

1. Dor neuropática

Para dor neuropática em adultos, que inclui neuropatia diabética ou a neuralgia pós-herpética, a dose inicial recomendada é de 75 mg de pregabalina, 2 vezes ao dia.

Dependendo da resposta e da tolerância ao tratamento, o médico pode aumentar a dose para 150 mg, 2 vezes ao dia, após um intervalo de 3 a 7 dias e, se necessário, até uma dose máxima de 300 mg, 2 vezes ao dia, após mais uma semana. Conheça outros para a dor neuropática.

2. Epilepsia

A dose inicial recomendada para o tratamento da epilepsia em adultos é de 75 mg de pregabalina, 2 vezes ao dia.

Essa dose pode ser aumentada pelo médico para 150 mg, 2 vezes ao dia após 1 semana do tratamento, de acordo com a resposta ao tratamento.

Se necessário, após uma semana, a dose pode ser aumentada para até 300 mg, 2 vezes ao dia, conforme orientação médica. Saiba identificar todos os sintomas da epilepsia.

3. Transtorno de ansiedade generalizada

A dose inicial recomendada para o tratamento do transtorno de ansiedade generalizada em adultos é de 75 mg de pregabalina, 2 vezes ao dia.

Essa dose pode ser aumentada pelo médico para 300 mg ao dia, após 1 semana, podendo após mais uma semana, ser aumentada para 450 mg ao dia, até uma dose máxima de 600 mg ao dia, que pode ser atingida após mais 1 semana. 

A dose máxima não deve ultrapassar 600 mg de pregabalina por dia. Veja outros tratamentos para o transtorno de ansiedade generalizada.

4. Fibromialgia

Para o tratamento da fibromialgia em adultos, a dose deve ser iniciada com 75 mg de pregabalina, 2 vezes ao dia, e pode ser aumentada pelo médico para 150 mg, 2 vezes ao dia, em uma semana, dependendo da eficácia e tolerabilidade individuais.

Para pessoas que não experimentaram benefícios suficientes com uma dose de 300 mg ao dia, a dose pode ser aumentada para 225 mg, duas vezes ao dia, conforme orientação médica.

A dose máxima não deve ultrapassar 450 mg de pregabalina por dia. Conheça os sintomas da fibromialgia.

O que fazer se esquecer de tomar

No caso de esquecer de tomar uma dose na hora certa, tomar assim que lembrar, mas deve-se pular a dose esquecida se estiver quase na hora de tomar a próxima dose. Não dobrar a dose para compensar a dose esquecida.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns da pregabalina são tontura, sonolência, boca seca, aumento do apetite ou do peso, dificuldade de concentração, inchaço nas mãos ou pés, nasofaringite, dor de cabeça, diminuição da libido ou visão embaçada.

Além disso, deve-se comunicar ao médico caso a pessoa apresente ansiedade, confusão mental, irritabilidade, depressão, desorientação, insônia, ataques de pânico, impulsividade, irritação, agitação, agressividade ou pensamentos sobre suicídio ou se machucar.

A pregabalina também pode causar câimbras musculares, dor nas articulações, náuseas, vômitos ou diarreia.

A pregabalina engorda?

Um dos efeitos colaterais comuns da pregabalina é o aumento do apetite e do peso, por isso, é provável que algumas pessoas engordem durante o tratamento com este remédio.

No entanto, nem todas as pessoas engordam com a pregabalina, estudos demonstram que apenas entre 1 a 10% das pessoas é que verificaram aumento de peso.

Caso ocorra ganho de peso ou inchaço repentino, principalmente em pessoas com diabetes ou problemas cardíacos, deve-se ir ao hospital imediatamente.

Quem não deve usar

A pregabalina não deve ser usada por pessoas com alergia a algum dos compostos da fórmula.

Além disso, durante a gravidez ou amamentação, a pregabalina deve ser usada somente se indicado pelo médico após avaliar os benefícios do tratamento para a mulher e possíveis riscos para o bebê.

Algumas pessoas diabéticas que estejam em tratamento com a pregabalina e que obtiverem ganho de peso, podem necessitar de ajuste da medicação para diabetes.

live bet Mapa do site